NAIFA e MORTO PELA ESCOLA

by Läjä Rex

/
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
14.
15.
16.
17.

credits

released January 1, 2008

MORTO PELA ESCOLA

Gravado e mixado no Estúdio Aquarium em nov/2007, Vitória/ES.
Masterizado no Estúdio Dirty Sounds pelo Cuca em maio/2008 - SP

Morto Pela Escola nesta gravação é:
Rodrigo: voz
Renzo: guitarras
Raphael: baixo
Alex: bateria
backing vocals: Renzo, Raphael, Alex e Yasmin.

Arte da capa e encarte por Alex e Raphael

-----------------------------------------------------------------

NAIFA

Naifa é:
guitarra e voz: Arthur Coure
baixo: Daigo Oliva
bateria: Ruivo

Naifa na gravação desse disco era:
guitarra e voz: Arthur Coure
guitarra: Pancho
baixo: Pancho e Arthur
bateria: Ruivo
segundas vozes: Arthur e Pancho

Gravado, mixado, masterizado no Estúdio Dirty Sounds 2007/2008

www.myspace.com/naifa123

tags

license

all rights reserved

about

Läjä Rex Vila Velha, Brazil

contact / help

Contact Läjä Rex

Track Name: Morto Pela Escola - Papo de jantar
Não vou conseguir me salvar. Amanhã acordarei, e tudo estará no mesmo lugar. Um ciclo vicioso de mudanças que nada mudam culminam na mesa de jantar da desesperança. A escola dita os padrões, obedecer. Escolhas fáceis sobre medida pra você. O trabalho te mantém cansado e do dinheiro torna-se escravo. Sem escapatória você está cercado de inimigos por todos os lados. Não vou me dar por vencido. Minhas escolhas sou que faço.
Track Name: Morto Pela Escola - Idiota
Se justifica por qualquer bobagem, mas no fundo não passa de um covarde que não consegue pensar por si mesmo. Nunca vi você falar alguma coisa. Nunca vi você fazer alguma coisa. IDIOTAAAAAAAAAAAA!!! Se escondendo num lugar seguro.
Track Name: Morto Pela Escola - Pirulito
Guerras e mais guerras
Uma navalha na garganta
De quem diz ser seu amigo.
Não olhe pros lados
Não confie em ninguém
Apenas siga o seu caminho.

Na palavra a lei
Que se cria e re-cria

Não olhe pros lados,
Não confie em ninguém
Apenas siga seu caminho
Na palavra a lei.
Track Name: Morto Pela Escola - Unha encravada
Minha vida baseada em mentira
Sua vida vazia, minha unha encravada
Sua merda de vida

Minha inveja maldita
Seu olho chorando
Minha raiva aumentando
Quero ver quem é homem pra dizer
E viver sem correr

Até amanhacer e esperar a morte chegar
Sem se lamentar e ver a vida passar.
Track Name: Morto Pela Escola - Perdidos
Fodidos! Todos fodidos!
Mal pagos... Mas nos divertimos
Errados! Todos errados!
Mal vistos... Mal exemplo pros filhos
Perdidos! Somos um bando de perdidos!
Track Name: Morto Pela Escola - Session da tarde
No meu relógio o tempo está se esgotando
Na minha cabeça apenas um pensamento
De me ver livre dessa sala de aula
E de todos os que cercam
Porque lá fora serão apenas meu skate e eu
Me perdendo pelas ruas
Track Name: Morto Pela Escola - Desequilíbrio
Meu corpo dói
Cansei desse lugar
Vou andar por aí
Pelas ruas ou qualquer bar
Pichar um muro
Gritar até que alguém me ouça
Ou que eu fique mudo!
Já desisti de entender o desequilíbrio
No qual eu balanço...
Desequilíbrio.
Track Name: Naifa - Autofagia
Tiros nos cantos da cidade
Facada na noite da cidade
Medo em toda a sociedade
O sangue colore as esquinas
Ôôô... Autofagia!
Ôôô... Autofagia (4x)
Feridas abertas em carne viva
Navalha aberta, carnificina
Garganta rasgada, o sangue jorra
Açougue humano noite e dia
Ôôô... Autofagia!
Ôôô... Autofagia! (4x)
Track Name: Naifa - Falso
Falso como seu sorriso
Como seu aperto de mão
Como a alegria em seu coração
Falso como sua postura
Como sua convicção
A verdade vai aparecer!!!
Olhos nos olhos
Não abaixe a cabeça
Seja você pelo menos uma vez!!!
Olhos nos olhos
Não abaixe a cabeça
Você não passa de um covarde!!!
Track Name: Naifa - Naifa
Entre os vivos ser suicida
O prazer que antecede a dor
Ser o grito que quebra o silêncio
Ser o ódio que nasce do amor

Ser a luz no escuro
A guerra para acabar com a paz
Ser a pedra na sua vidraça.
Um pesadelo.
Ser Naifa.
Track Name: Naifa - Presidente do povo
O presidente do povo
Que come como o povo
Que bebe como o povo
Que anda com o povo
O presidente do povo
Que fala com o povo
Escreve como o povo
Eleito pelo povo
O presidente do povo
Lutava com o povo
Brigava pelo povo
Mas se esqueceu do povo
O presidente do povo
Prometeu para o povo
Mentiu para o povo
E já não é do povo
Passou para o outro lado
Passou para o outro lado
Passou para o outro lado
O presidente do povo usa terno e gravata
O presidente do povo faz negociata
O presidente do povo já não é operário
O presidente do povo agora é milionário
Track Name: Naifa - Tome o controle
Querem tomar o que é seu por direito
Querem passar você para trás
Querem você quieto, calado.
A sua vida nas mãos de idiotas!
Você acredita que não pode
Convencido que não dá
Você não sabe, mas tem o poder.
Não deixe que eles façam por você!
Não espere! Tome o controle!
Não espere! A vida passar!
Se não vai perceber
Que ela acabou
Que ela acabou
Track Name: Naifa - Simples lembranças
Hoje olho pro passado
Nenhum de nós estava errado
Aconteceu o que tinha que acontecer
Lembrar com alegria
De tudo aquilo que a gente fazia
E da vontade que surgia de vencer
A cada lágrima
A cada sorriso
A cada passo em direção ao final
Hoje só restam simples lembranças
Do que aconteceu
Ooooooooo
Oooooooo
Oooooooo
Simples lembranças
Do que aconteceu
Track Name: Naifa - Por favor
A vida inteira
Sempre tem alguém na sua orelha
Com um monte de besteira
Te dizendo o que fazer
Com um caminho
Controlando seu destino.
Falando mais do que ouvindo
Assim não dá pra viver
Quero errar
E se cair, vou levantar
E se quiser, eu vou ficar
Sei que não vou me arrepender
Quero chorar
Sorrir, quero gritar
Então pára de falar
Eu não quero mais ouvir
REFRÃO
Agora, acabou
Eu sei quem eu sou
Então por favor
VAI CUIDAR DA SUA VIDA!!!
Track Name: Naifa - Um passo para o inferno
O ódio se espalha pela cidade
Em meio ao caos social
Conflito eminente por todos os lados
A um passo da guerra civil

Um passo para o inferno
Um passo e acabou
Um passo pro inferno
Um passo e acabou

Seguimos vivendo de olhos fechados
Nada ao nosso redor
Cegos, surdos mudos estamos
Nem mesmo sentimos dor
Track Name: Naifa - A TV disse
Eles não cansam de dizer
Fique em casa o perigo está nas ruas
Alerta! Alerta! Disse a TV
Bandidos, pervertidos, o Anti-Cristo
Não viva, não saia
Se proteja
Paranóia de classe média
Grades e armas
Câmeras, alarmes
Encurralados por todos os lados
Oprima, rejeite
Explore, exclua
E agora mendigue
A paz, a paz armada