Gaiola

by Mukeka di Rato

/
1.
01:33
2.
01:02
3.
4.
01:01
5.
6.
7.
8.
00:54
9.
01:24
10.
11.
01:45
12.
13.
14.
00:53
15.
16.

credits

released January 1, 1999

O grupo musical MUKEKA DI RATO é formado por:
SANDRO - Cantor
MOZINE - Bajo e canto
PAULISTA - Guitarra e canto
BREK - Bateria
BEBÊ - Roadie, animador de platéia, dançarino e canto gutural

Fichinha:
Concebido no Victoria Studio, Vitória/ES no início de 1999.
Gravado, mix-saco e tudo mais por YNDY (fuma rato)
Masterizado no Digital PS/RJ por ALEX & MDR
Participaram alguns amigos contribuindo com suas vozes:
Rodrigo, cantor do Dead Fish, em Homem Borracha e Guri;
Gazú, cantora do Sandina, em Nossos Filhos;
Feijão, cantor do Oposição, em Nazitolices e Do Contra ao Favor;
Fabrício, cantor do Gritos de Ódio, em Heróis da Nação Falida;
Bebê, cantor lírico do Dr. Mobral, em Vitória Poluída e P. da Bosta;
Léo Aranha, percussionista do Dr. Mobral / Marvin Nash, em Cobra Criada;
"Aaahhh, Aaahhh!!!" no início de Guri e "A tlóba vai fumá" no final de Cobra Criada por Fernandinho.
El Patró, Brek Fag, Moska, Bunda de Valão, Allan Bick, Fulvio, Aranha e Rodrigón fizeram backing vocals em vários lugares.
Heróis da Nação Falida é cover do PÖNVÉI (RIP)
Cobra Criada é mais ou menos uma versão do KAAOS
EX-COMUNGADOS e RESTOS DE NADA são citados no final de Homem Borracha.
"Seek Shelter in Hell" em So Capeta Cuspindo Fogo chupado do VARUKERS
Desenhos da capa chupados do Dicionário Básico da Língua Inglesa, A. A. de Almeida, Ed. Fase.
Fotos do encarte por diversas pessoas. Agradecemos a Francesco Coppola por ter tirado várias fotos que foram usadas nesse encarte e a Henrique (crass) que também arrumou umas fotos.
O logotipo foi feito pelo Danton.
Arte da capa e encarte por: Fabiola Truci e Denis Tocafundo (rajada)

tags

license

all rights reserved

about

Läjä Rex Vila Velha, Brazil

contact / help

Contact Läjä Rex

Track Name: Mickey
Mickey não brinca criança doente
ele tem medo se contaminar
Mickey só brinca meninos bonitos
tenham dinheiro para lhe pagar
Mickey! Não gosta! Você!!!!
Mickey não brinca criança africana
Mickey tem nojo criança negra
Mickey não gosta criança latina
Mickey rejeita criança brasileira
Track Name: Guri
Quero viver em paz
deixar as "coisa ruim" pra trás
Criança brincando no parque
meninos fazem brincadeiras
mas muitos hoje fazem besteira
Aquele que brincava hoje cresceu
o outro adoeceu
o outro morreu.
Track Name: Só Capeta Cuspindo Fogo
As Capeta sai do Chão
Cuidado com o inimigo
Quando Atacarem
Procure um abrigo (seek shelter in hell!!)
O mais triste é saber
que tudo está perdido
corroeu, derreteu
a corrente do amigo
Semeando a discórdia de novo
só capeta cuspindo fogo
Track Name: Cobra Criada
Quero passar, não cobra (2x)
Conta bi tributada - imposto já paga
Vënëno - picär - mätär!!!!!
Dinheiro pra cá, pra lá
Dinheiro pra lá, pra cá
Picada de cobra (2x)
Vënëno - picär - mätär!!!!!
Querem me privatizar (2x)
Pensa que me não mata? (2x)
Vënëno - picär - mätär!!!!!
Cadê o Cidadão?
O cidadão a(paga)!
Vira consumidor
presa da cobra criada
Vënëno - picär - mätär!!!!!
Pó pará!!!!!!!!!!
Track Name: Nossos Filhos
Nossos filhos seriam punks, straight edge's, crusties, libertários
pulando no sofá ouvindo Lärm, fyp e Ex-Comungados
Ao lado estariam os livros, Marx, Drummond, Monteiro Lobato
Se naquele dia em Brasília, você tivesse me esperado
e a gente não tivesse se perdido e nunca mais se encontrado
Mas um dia voltarei a Brasília e vou te procurar
e quando estiver comprando a passagem de volta
na mesma banca de jornal você vai estar
e comigo pra Vitória, voltará!
Track Name: Vitória Poluída
Uma gigantesca nuvem nociva, sorrindo, destruindo, engolindo tudo e todos a sua volta, esse é o preço do progresso! CUIDADO! Cuidado! Estamos em Vitória, botem suas máscaras, se não quiser morrer envenenado! Pela nuvem negra de um pó assassino, minério peneirado em seu pulmão! O podre, pó negro das fábricas em troca de progresso e os lagos de despejo oxidando! E o centro de Vitória se torna uma estufa, caminhões e ônibus envenenando! Cuidado! Estamos em Vitória! Seu ar é poluído - Proteja a sua vida!! Caras de porcos exibidas nas ruas! Usinas, pessoas, veículos, indústrias, dióxido de enxofre, CFC, todos esses monstros vão te comer! Águas com sangue, muito desespero! "Tubarão" vai te engolir! Respire seu próprio medo - Cuidado!
Track Name: Do Contra ao Favor
Não quero ser contra, a favor também não quero ser
Muito menos neutro, mas atacar, defender
Então que cara doido você deve tá pensando
Relativizando, especificando
Cada coisa aqui, cada coisa lá
tudo tem seu defeito, é só examinar
Seres humanos perfeitos, defeitos ações
Humanos perfeitos possuem imperfeições
Contra, neutro, a favor
essa não é a questão
A questão depende da situação
O que prejudica menos os auxilia mais
dentro do ângulo da postura do que satisfaz
Cada coisa aqui, cada coisa lá
tudo tem seu defeito, é só examinar
Track Name: Perda
As vezes você, encontra uma pessoa
e acha que ela juntou-se ao seu eu
e quando você perda ela a toa
descobre que nunca aconteceu
Track Name: Nazi Tolices
Neonazismo - Clandestino
Destruição - Neonazismo
Pra que idolatrar?
Líderes delinqüentes
que quiseram dominar o mundo
inconseqüentemente
Grupos de extrema direita
xenofobia, ignorância
Tolice sem causa
Exterminando a raça humana.
Negros, Índios, Nordestinos,
Judeus e Homossexuais
humanos tem direito a vida somos todos iguais
o que as pessoas fazem pra te prejudicar?
Aonde realmente te afetam
você não sabe explicar!!!!
Antecedência - Você nega?
Consciência - Cheia de merda!!!
Ódio insensato pra defender seus interesses
porque não luta contra algo que realmente te ofende
se achas que é perfeito, e e tem sangue de ouro
exclua-se de você! E não exclua os outros!
Índoles nazistas
Índoles fascistas
Destruindo a liberdade
e o direito de vida!
Track Name: Heróis da Nação Falida
Cultuar e idolatrar a imagem de pessoas de destaque na mídia.
Porque você não chora, pelas inocentes mortes brutais de uma chacina?
Heróis da Nação Falida
Sentindo realmente que sua mente se conforma
Você não se importa, não se importa.
Track Name: Curupira
Fogo ao redor!
Você está, nos cercando com fogo
a cada dia que passa sentimos ele aproximar
Chegará o momento que não poderemos respirar
Aí você vai ver o Curupira te pegar!!
E a nossa revolta, limite da omissão
apagaremos o fogo, da nossa extinção
Flamejando de vontade, reivindicação
o pau vai comer, indignação!!
Pare de virar o nosso pé pra trás
Já chega de tortura, não suportamos mais
Nós pelados no mato, montado no porco
enchendo seu cú de grana
Capitalista escroto!!

Dedicado a CHICO MENDES, PAULO CESAR VINHA (ES) e a todos os seringueiros da Amazônia.
Track Name: Pressão Total
Pressão total,
campo minado no escuro
Batendo cabeça contra o muro
Porque não tenta me compreender!?
Capacidade de resistência
Alto grau de pressão
Pressão muitas vezes
pressão - repressão

Preciso fazer algo antes de morrer!

Demonstrar Ação,
agir Demonstração
Satisfazer a sensação,
sentir satisfação

Humano Dinamite
contendo explosão
Fim da picada,
não mais sucção

Condições climáticas,
influenciando relação
Decretando sentença,
esmagando compreensão
Track Name: Praia da Bosta
Vamos dar um passeio na praia
Pisar em merda e em água de vala
Comer um siri podre com conservante
cheirinho de lixo de restaurante
Dar um mergulho tranqüilo e gostoso
na água do mar misturada com esgoto
dar uma voltinha no calçadão
pisando em peixes mortos pela poluição
Nossas praias - Virando valas
Cheiro de esgoto
Se acostume e ache gostoso!
Track Name: Maçã
Mentiras que parecem verdades
Sufocando nossas vontades
Amor Blindado, desejo, intensidade
Eu, você, parede, grade
não é justo o proibido
e o não-refletido ser desvio
Espelho quebrado, casa caindo
Domínio, autoridade, conflito

is not your choice
is not your opinion
society rules
faking your freedom
Amordaçando Sentimentos
Acorrentando Sensações

Pode ser reforma, demolição
nova construção,
lei, costume, tradição - não!
Track Name: Pasqualin na Terra do Xupa-Kabra
Pasqualin hoje saiu
entrou num supermercado
mas não pode comprar nada
e isso não foi engraçado
Ele perguntou confuso
porque tanta recessão
e alguém falou pra ele
"é a tal da globalização"
PASQUALIN NA TERRA DO XUPA KABRA
DESEMPREGO, HUMILHAÇÃO, PÃO, CIRCO E ÁGUA
Pasqualin foi numa escola
fazer uma apresentação
mas não achou nada engraçado
O que viu lá no salão
Alguns moleques deslocados
não fizeram a menor pose
atacaram ferozmente um resto de algodão doce
(refrão)
Um palhaço
Um mecânico
Um operário
Um lavrador
Pessoas pobres enfrentam um governo opressor
Estão sugando nosso sangue
criaturas disfarçadas
acham que somos palhaços
tá difícil dar risada
(refrão)
Track Name: Homem Borracha
Esticado, até atingir, relaxado
dinamicamente instabilizado
Frouxe, firme, frouxo, largado
físico mentalmente aproveitado
retorno limitado
Cérebro, pingando no prato
amarrado as pernas com os braços
músculos incondicionados
pensamento inoperado não!

Mas não conseguiram me tornar inválido!
Não!
Homem Borracha!