Eu Tenho Pena Dos Insetos Que Me Picam

by Merda

/
1.
2.
01:16
3.
01:05
4.
00:34
5.
00:43
6.
7.
8.
00:52
9.
01:53
10.
00:37
11.
12.
13.
14.
01:20
15.

credits

released January 1, 2006

EU TENHO PENA DOS INSETOS QUE ME PICAM
We bite!!!!!!!

Recorded by ÍNDIO and MERDA, at some days of may 2006 at Dourados Studio.
mixed / master by ÍNDIO / MOZ at his house, on his computer.
SANDRO (Mukeka di Rato) sang on the trax "Eu Tenho Pena Dos Insetos Que Me Picam", "Suki Dayo" and "Power Violence Favela" and made backing vocals on "Francisco" and "Me De Uma Chance De Voar", and maybe other, i don't remember now
JABÁ played samba and some percussion instruments like: cajón, pandeiro, colbel, djambe, and others, and made some ocasional voice,
Some other sound were sampled.
All lyrics by MERDA, except:
"Eu Tenho Pena Dos Insetos Que Me Picam" written by SANDRO
* "Francisco" it's a cover from "CLARO QUE NÃO", a 90's crappy hardcore band from Rio de Janeiro, Brasil.
** "A Revolta" it's a cover from "DISASTRO SONORO", a 90's crappy hardcore band from Vila Velha, Brasil.
"Kusotare" and "Suki Dayo" were written with a big help from SHIGERO SATO, Japan. Arigato!

POLI - drums / vocal
MOZ - guitar / vocal
JAPA - bass / vocal

tags

license

all rights reserved

about

Läjä Rex Vila Velha, Brazil

contact / help

Contact Läjä Rex

Track Name: Eu Tenho Pena Dos Insetos Que Me Picam
Mosquitos que tiram onda de vampiros
E não passam de micro-morcegus-raquíticus
Sedentos por sangue de um sublime espírito
Que não se pague mais nem menos por isso
Sangue de bicho bom que faz bem ao ser ingerido
Pobres animais! Não existe no mundo bicho mais iludido!

Não percebem o ato anti-épico de seu sacrifício
Nada sabem sobre o sangue que bebem
Estão Ânus-Louis de qualquer princípio científico
Degustam sangue imundo e fétido de ditadores e cúmplices assassinos
Bebida áspera infectada pela ignorância e obscurantismo
Calibrada com muita avareza, pitadas de crueldades, covardias e cinismos.

Eu tenho pena dos insetos que nos picam
Procuram em vão o sangue de Cristo
Se alimentam do sangue de um ser sinistro
Sinfonia bastarda que não é Frankenstein, nem Mefisto
É muito mais amigo da onça do que seu amigo
Não é esse o pior líquido
Que se pode oferecer a um outro ser vivo?

Travestidos de humanos, matreiros abutres carniceiros
Sangue-sugas sanguinárias sugando vidas por mais dinheiro
Religiosos fanáticos, burocratas insensíveis e insensatos
Nazistas estúpidos lunáticos, monstros intolerantes e antipáticos

Eu tenho pena dos insetos que me picam
Brindando em cálices de sangue sujo e pútrido
A carne recomposta de nossos ancestrais
O corpo esculpido de nossos deuses
O néctar patenteado de nossos demônios
Nossos fantásticos disfarces de humanos
Nitroglicerina ou cianureto não é tão funesto! nem tão inumano quanto!

É por isso que eu tenho pena dos pobres insetos que estão me picando...
Track Name: Kusotare
Kusotare! Kusotare!
omanko gucho gucho kusoman
Kusotare! Kusotare!
shabure, kusamara, kuso baba
Kusotare! Kusotare!
ketu furi, kunni, manje
Kusotare! Kusotare!
kime kime, shabu, kusa

This is my first class of nasty japanese words with Shigero SA-TO!
Track Name: Bravo!
Até a professora tem medo de mim
Até os meus amigos tem medo de mim
Até minha família tem medo de mim
Até os animais tem medo de mim

Eu sou bravo pra caralho! (2x)

Até os skinheads tem medo de mim
Até os motoqueiros tem medo de mim
Até os metaleiros tem medo de mim
Até os pastores tem medo de mim

Eu sou bravo pra caralho! (2x)

O pessoal da rua tem medo de mim
O pessoal da crisma tem medo de mim
O grupo de jovens tem medo de mim
Só as criancinhas não tem medo de mim

Porque as criancinhas não tem medo de mim?
Track Name: Crise dos 30
Estou virando um velho podre
Cheio de dores por todo o corpo
Cheio de pelos espalhados pela cara
Sem filhos, dinheiro nem casa

Estou virando um velho podre
Já sinto a idade pensando nas costas
Já não vejo graça no que eu fazia
Barriga, torresmo e azia

uh!!!!!!!!!!
Velho podre!!!!!!!!!
Crise dos 30! (2x)
Eu não quero morrer!
Track Name: Suki Dayo
Suki dayo chibi-kuro-chan
Suki dayo asia no onna
Suki dayo patukin
Suki dayo minha nega!
Track Name: Quem Quer Comprar?
Quero vender minha alma
é baratinho, quem quer comprar? (2x)
Ninguém quer comprar
Posso parcelar
E se o dinheiro não dá
Pede pra alguém emprestar
É legal me vender
É legal me comprar
O ruim é não ter grana pra poder pagar
Track Name: Me De Uma Chance De Voar
Eu só finjo que existo
Mas eu sei, eu não desisto
Vivo a vida, corro o risco
Sem saber porque
impossível, invisível
Sem poder tocar
Me dá uma chance de voar!
Me dê uma chance de voar (3x)
Depois não vou te abandonar
Vivo a vida calma
Eu já não tenho alma
Isso um dia mata
Me dê uma chance de voar
Track Name: Francisco
Sempre pergunta
Francisco não sabe
O que será?
Francisco não sabe o que é
Uma relação séria!
Track Name: A Revolta
Todos me dizem o que devo fazer
Eu não quero, vai ser fuder
Vai dar conselhos para quem precisa
E deixa que eu cuido da minha vida!
Se conselho fosse bom, não se dava
Eu penso de um jeito, você de outro
Se que dá dicas, vá para o inferno
Se não entendeu, falo tudo de novo
Track Name: Fudeu!
Mancha, DJ e Lambe estão pra chegar!
Valeria, Camila e Paulinho também estarão lá!
Só falta o Nery, o Zuzu e a Dani Doidá!
Cebola e Miojo estão vindo com a mamadeirá!!
Porra, Fudeu, vai dar Merda, cancela o jantar!
Track Name: Power Violence Favela
Sem dinheiro pra comida
Sem ter nada na panela
Power Violence Bandido, Power Violence Favela
Os meninos tão chorando
A muié vendo novela
Power Violence Bandido, Power Violence Favela
A polícia vem subindo
Eu até acendi uma vela
Power Violence Bandido, Power Violence Favela
E o X9 sem vergonha
Vai tomar tiro na testa
Power Violence Bandido, Power Violence Favela
Track Name: Mais Uma Garrafa
Sozinho no frio da madrugada
Lá se vai mais uma garrafa
Náuseas, dores e longe de casa
Vejo minha vida ir embora na privada
O sono já não vem mais
Lembro de um tempo atrás
Agora felicidade nunca mais
Quero tomar minha garrafa em paz
Mais uma garrafa,
Mais uma garrafa por favor!!!
Track Name: Eu Odeio Animais
Eles fedem! Eles cagam!
Eles mordem! Eles pedem carinho!
Eu odeio animais! (2x)
Eles uivam! Eles fingem!
Eles sofrem! Eles soltam pelos!
Eu odeio animais!
Churrasco de animais silvestres
Track Name: Minto
Eu minto pra professora
Eu minto pra namorada
Não quero mais mentir!
Eu minto para o padre
Eu minto pro meu marido
Não quero mais mentir!
Track Name: Não Sei Mais
Não sei mais!
Não sei mais o que eu faço
Porque tento, se posso vencer
O sentimento de angústia
Que eu vejo em você
Não sei mais o que fazer
Nem sequer posso pensar
Estou perdido nessa inércia
Um jeito louco de amar
Não quero sentir novamente
O que pode me fazer sofrer
Se eu me mato eu não consigo
Eu só fujo do que eu quero saber
Passo os dias sentindo medo
Sem saber o que fazer
Se eu esqueço, não tenho certeza
Do que pode acontecer
Em um segundo, em um momento
De fraqueza do meu ser